Das Cabinet des Dr. Caligari

O expressionismo alemão, estilo cinematográfico dos anos 20, se estendeu por quase todas as artes: no cinema, no teatro, na pintura até na literatura e na dança. Buscavam uma posição contrária ao mundo que surgia com a primeira guerra mundial e acima de tudo pretendiam mostrar que o sentimento tinha mais valor que a razão.

Como precursor do movimento no cinema, o filme “O Gabinete do Dr. Caligari” (1919), de Robert Wiene (1881-1938), nos mostra as principais características do Expressionismo.

Os ângulos das câmeras são desproporcionais, os atores fazem gestos marcantes e usam maquiagem exagerada, as sombras fazem formas esquisitas e buscam um retorno aos temas góticos. Tudo isso são características de um cinema mais misterioso e de um filme que é considerado o primeiro do gênero terror.

Os cenários foram feitos de madeira, papel e tecido e as sombras foram pintadas por pintores também expressionistas, Walter Reimann e Walter Rohrig, e pelo cenógrafo Hermann Warm. Estes cenários ainda existem e podem ser encontrados no Museu do Cinema Henri Langlois, em Paris.

“O Gabinete do Dr. Caligari” teve grande influência pelo mundo e até hoje é referência para vários nomes do cinema. Um exemplo é Tim Burton, que usa as mesmas características dos temas sombrios, cenários tortos e maquiagem forte, e, além disso, caracterizam histórias em quadrinho de terror.

O filme completo você pode ver aqui:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s